Eleições do Bahia estão condicionadas a pleito municipal, indica vice-presidente

Por Agnaldo Santos e Herick Rios em 11/06/2020 às 10:22:49

O ano de 2020 é de eleição presidencial no Bahia, mas o pleito ainda tem um ponto de interrogação por conta da pandemia de coronavírus. De acordo com o vice-presidente do clube, Vitor Ferraz, o evento está condicionado ao acontecimento das eleições municipaís, que seguem marcadas para o dia 4 de outubro.

"A gente vai ficar muito atrelado ao que for decidido sobre as eleições municipais. Se houver qualquer tipo de alteração, vamos ter que reavaliar nosso calendário. O estatuto prevê um período para as eleições e se houver uma mudança, vai ser uma decisão que será tomada com o Conselho Fiscal e o Conselho Deliberativo. Se precisar tomar qualquer medida para alteração, faremos isso. O que deve prevalecer é o bem estar das pessoas", explicou na última quarta-feira (10) durante a Live do BN no Instagram.

O debate sobre as eleições municipais ganhou força em março, no momento em que a pandemia e o isolamento social se tornaram uma realidade para a população. Na semana passada, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, indicou que adiamento das próximas eleições municipais é uma possibilidade e que as novas datas devem ser definidas ainda este mês (leia mais aqui).

Ainda não há uma definição sobre candidatos ao cargo de presidente no Esquadrão de Aço. Se o atual mandatário Guilherme Bellintani se candidatar novamente ao posto, fica aberta a oportunidade da primeira reeleição da "era democrática" do clube.

Fonte: Bahia Notícias

Comentários