Adsense

Senado define presidentes de seis comissÔes permanentes da Casa; veja nomes

Por Agnaldo Santos e Herick Rios em 23/02/2021 às 17:46:30

Maioria dos colegiados está parada desde o início da pandemia. Comissões devem funcionar em esquema semipresencial. Seis comissões permanentes do Senado elegeram, nesta terça-feira (23), presidentes e vice-presidentes para os próximos dois anos.

A maior parte das comissões da Casa está parada desde o início da pandemia de Covid-19, como forma de tentar evitar a disseminação do coronavírus entre parlamentares e servidores do Senado.

A ideia é que, com a instalação, as comissões retomem as atividades em esquema semipresencial – com discussão de forma remota e votação presencial, quando necessário.

A Comissão de Relações Exteriores (CRE) – que, entre outros assuntos, analisa indicações de embaixadores para missões no exterior e acordos internacionais – funcionará, a princípio, de forma semipresencial e semanalmente.

Kátia Abreu (PP-TO) foi eleita presidente da CRE. Sem acordo entre os partidos, o vice-presidente do colegiado ainda não foi definido.

Para o comando da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), um dos principais colegiados do Senado, foi eleito Otto Alencar (PSD-BA). Vanderlan Cardoso (PSD-GO) foi eleito vice-presidente da CAE.

O PSD também ficou com o comando da Comissão de Assuntos Sociais (CAS), que será presidida por Sérgio Petecão (AC). A vice será Zenaide Maia (PROS-RN).

O PT ficou com a presidência da Comissão de Direitos Humanos (CDH), que terá como vice o senador Fabiano Contarato (Rede-ES).

MDB, maior legenda da Casa, está até o momento apenas com a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).

Mapa das comissões

Veja as definições desta terça-feira:

Comissão de Assuntos Econômicos (CAE)

Presidente: Otto Alencar (PSD-BA)

Vice: Vanderlan Cardoso (PSD-GO)

Comissão de Relações Exteriores (CRE)

Presidente: Kátia Abreu (PP-TO)

Vice: indefinido

Comissão de Assuntos Sociais (CAS)

Presidente: Sergio Petecão (PSD-AC)

Vice: Zenaide Maia (PROS-RN)

Comissão de Direitos Humanos (CDH)

Presidente: Humberto Costa (PT-PE)

Vice: Fabiano Contarato (Rede-ES)

Comissão de Educação (CE)

Presidente: Marcelo Castro (MDB-PI)

Vice: Leila Barros (PSB-DF)

Comissão de Transparência (CTFC)

Presidente: Reguffe (Pode-DF)

Vice: Marcos do Val (Pode-ES)

Senado compôs nova mesa diretora no início do mês; relembre

Outras comissões

Ao todo, o Senado tem 13 comissões permanentes. Nesta quarta-feira (24), outros seis colegiados deverão ser instalados, entre os quais está o de Constituição e Justiça (CCJ), maior e mais importante do Senado.

Ex-presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) está cotado para presidir a CCJ. A comissão é tradicionalmente comandada por um parlamentar do MDB, partido que costuma ter a maior bancada na Casa.

Não está definido se Davi Alcolumbre será o eleito. Emedebistas como Renan Calheiros (AL) defendem a continuação da sigla à frente da CCJ, até 2020 presidida por Simone Tebet (MDB-MS).

As presidências das comissões do Senado foram objeto de discussão entre os partidos durante as negociações que levaram à eleição de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para a principal cadeira da Casa.

O MDB, inicialmente, lançou a candidatura de Simone Tebet, mas, posteriormente, abandonou a disputa de olho em vagas na Mesa Diretora e no comando de comissões.

Outras legendas maiores, como PSD, PT e PP, apoiaram desde o início a candidatura de Pacheco, visando as principais funções dentro do Senado.

Conselho de Ética

Está ainda indefinida a data de instalação do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado.

O colegiado não se reúne desde setembro de 2019. Na fila, estão representações em desfavor de Chico Rodrigue (DEM-RR), senador que foi flagrado escondendo dinheiro na cueca; e de Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente da República.

VÍDEOS: tudo sobre política

Fonte: G1

Comunicar erro

ComentĂĄrios

Adsense