Adsense

Brasil fica de fora de declaração conjunta com mais de 50 países pelo Dia Internacional da Mulher na ONU

Por Agnaldo Santos e Herick Rios em 08/03/2021 às 14:18:29

Claudio Cruz/AFP

O Brasil ficou de fora de uma declaração conjunta feita por mais de 50 países para marcar o Dia Internacional da Mulher no Conselho de Direitos Humanos da ONU. O texto pede pela proteção dos direitos das mulheres e por avanços em ações de igualdade de gênero.

O documento foi apresentado durante uma reunião, nesta segunda-feira (8), por representantes do México em Genebra, e foi assinado por 53 estados membros das Nações Unidas, entre eles estão os Estados Unidos, Israel e a Argentina (veja a lista completa abaixo).

"Existe uma necessidade urgente de se acelerar a promoção e a proteção dos direitos das mulheres e meninas", diz a declaração conjunta. O Conselho deve ser um espaço em que todas as vozes feministas possam mobilizar ações e políticas para atingir, de forma definitiva, a igualdade de gênero."

O texto disse também que a crise provocada pela pandemia do coronavírus deve se tornar uma oportunidade para resolver as desigualdades históricas e estruturais que restringem a autonomia e liberdade das mulheres.

"A única resposta efetiva à pandemia é aquela que tem uma perspectiva de gênero e que visa uma recuperação baseada nesse pensamento", declaram os países.

O documento pede ainda a garantia de que mulheres participem ativamente, e em papeis de liderança nas respostas à pandemia.

"O Brasil não está entre os listados", disse U

Um porta-voz da ONU confirmou por e-mail que o Brasil não aparece entre os listados da declaração conjunta. Ele disse ainda que esta é "uma prerrogativa de cada estado", se quer participar ou não desse tipo de declaração.

A TV Globo perguntou ao governo brasileiro sobre a não participação na declaração, e, até a última atualização desta reportagem, não havia obtido resposta.

Veja a lista de países que assinam a declaração

Albânia, Argentina, Armênia, Austrália, Áustria, Bélgica, Botswana, Bulgária, Canadá, Chile, Costa Rica, Chipre, República Tcheca, Dinamarca, Equador, Estônia, Fiji, Finlândia, França, Alemanha, Geórgia, Grécia, Islândia, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Cazaquistão, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malásia, México, Mônaco, Montenegro, Holanda, Nova Zelândia, Macedônia do Norte, Noruega, Palestina, Panamá, Peru, Portugal, Romênia, Eslovênia, Espanha, Suécia, Suíça, Tailândia, Reino Unido, Estados Unidos, Uruguai.

Fonte: G1

Comunicar erro

Comentários

Adsense